Postagens

Mostrando postagens de Março, 2018
Clique para as ofertas de final de ano da Amazon

A visão de curto e longo prazo: você compraria essa caixa preta? Por quanto?

Imagem
Você compraria uma caixa preta que lhe fornecesse por ano, indefinidamente, US$ 1?Qual o preço que você acharia justo pagar por ela?Veja uma ideia para definir esse valor e avalie se sua visão aproxima-se mais das expectativas dos investidores de curto ou longo prazo.
Imaginem vocês, leitores, que um novo produto é lançado no mercado. Trata-se de uma pequena caixa preta que, anualmente, imprime uma nota de dólar novinha em folha. Considerem que a nota é perfeitamente legal e pode ser usada da forma que desejarem. Em outras palavras, a caixinha preta fornece para vocês, eternamente, um fluxo anual de um dólar.
Uma pergunta óbvia seria: quanto custa esse caixa preta? Ou melhor: se ela fosse única, qual o lance que vocês dariam para comprá-la em um leilão? Parece uma resposta simples, mas suponho que o desvio padrão das respostas, em uma enquete, seria bem alto.

As disrupturas que podem influenciar excelentes ações e FIIs

Imagem
Vamos brincar um pouco de futurologia e pensar quais são as ameaças de longo prazo que podem afetar as empresas e fundos imobiliários de nossa carteira de investimentos? O futuro próximo, como eleições ou cenários políticos, quebra de ciclos de commodities ou efeitos de legislação é relativamente fácil de prever. Como lidar e avaliar disrupturas no campo da economia, costumes e tecnologia para um período mais extenso?
É um pouco raro lermos reflexões de longo prazo sobre os fatores que podem colocar em perigo os ativos de nossa carteira de investimentos. Em geral, os analistas realizam observações de curto prazo, voltada ao perigo político de novas eleições, de mudanças pontuais na microeconomia, de tendência de preços de commodities ou mesmo de análises trimestrais do crescimento do PIB de nossa economia ou de grandes players mundiais como os EUA e China.

A ideia nesse texto é alongar um pouco o horizonte das consequências que podemos sofrer no preço de nossos ativos. Falarei de ruptu…