O autor

Como comentei em "Sobre o Blog", o estímulo inicial para escrever foi a viagem de 205 dias. Tempos depois, inclui publicações que refletem o meu gosto de acompanhar a história comportamental, as nefastas ideologias políticas atuais e as suas consequências na ética do mundo atual. Como tenho uma relação íntima com a economia e já sou meio tarimbado no caminho da independência financeira, também aprecio escrever sobre esse tópico.

Sim, aqui existe um conteúdo bem diversificado!

Credenciais? Diploma de economia, sociologia ou filosofia eu (ainda) não tenho. Mas sou um autodidata em alguns assuntos. E não costumo escrever sobre o que não entendo. Sou humilde o suficiente para calar-me sobre algo que não compreendo bem. De qualquer forma, sempre existirão opiniões diversas sobre os assuntos expostos por aqui e elas são bem vindas, quando educadas e acompanhadas de uma base mínima de conhecimento. Perfil de escritor? Para mim é muito claro que o caminho é muito longo.

Ah, sobre o currículo formal... Ele pode causar algum espanto para quem lê algum dos meus textos: já fui bancário, desenhista de Autocad, Engenheiro de Alimentos, Mestre-Cervejeiro e recentemente formado em Educação Física. Se vier a tornar-se um leitor do blog, perceberá que o autodidatismo sempre esteve presente na minha vida.

Gestão financeira é um assunto de grande interesse, e muitas pessoas que auxilio incentivam-me a escrever mais sobre esse assunto. Gosto muito do tema, mas sempre tive uma tendência a produzir textos mais voltados sobre liberdade, política e filosofia, uma vez que os vejo como assuntos mais abrangentes no sentido de nos acompanharem na estrada da vida e nos ajudar a questionar mais os absurdos que presenciamos atualmente em nossa sociedade.

Mas pretendo escrever um pouco mais sobre independência financeira, além da independência intelectual. Se quiser conhecer um pouco minha história de vida rumo à essa liberdade, veja esse texto.

Enfim, possuo educação formal em algo que não escrevo e escrevo sobre assuntos em que não possuo educação formal. Possuir uma mente aberta e desejar continuamente o conhecimento torna cada um de nós aptos a refletir sobre o curso de sua própria vida e, ano a ano, ser capaz de mudar o rumo quando necessário.

Contatos: andreazevedo@viagemlenta.com

Redes Sociais: Facebook, Google+, Linkedin e Twitter

Comentários

  1. Estamos precisando tomar umas antes da viagem, heim mestre cervejeiro? Mara

    ResponderExcluir
  2. .to torcendo desde ja..e tenho certeza q tuda vai dar certo..muito show vc compartilhar essa aventura aki..vou acompanhar passo a passo ;)te encontro em Istambul..:D e bons ventos pra ti...bjo

    ResponderExcluir
  3. Adorei!!!! Assim vc escreve mais algumas páginas da sua história e compartilha essa experiência inesquecível conosco.

    Bjus sucesso, proteção e boa sorte em sua " Viagem Lenta".

    ResponderExcluir
  4. Que legal!! nao vejo a hora de ver as fotos!
    Aproveite muito, boa sorte. Se resolver passar por UK avise!
    beijao

    ResponderExcluir
  5. Lu Moura Louvain23 janeiro, 2013

    Menino que chique!!!!
    Espero que eu tenha influenciado um pouquinho à você na busca pelo admirável mundo que é o nosso planeta terra.
    Desejo um dia ainda senta com o mestre cervejeiro e expor nossos diários de bordo ;)
    Um beijão carinhoso,
    Sua sempre amiga, nem sempre presente, mas com o mesmo carinho,
    Lu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Lu! Pode ter certeza que influenciou sim! Gostava muito dos nossos papos!

      Grande beijo, e aparece mais!

      Excluir
  6. Amigo, gostei muito de seu blog que me ajudou a preencher um roteiro para visitar a India, me parou uma divida que é apenas a seguinte. Quanto, mais ou menos, você teve de despesas nesses dias em que passou de viajem pela India? Grande abraço. Sucesso em sua empreitada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe, desculpe a demora da resposta. Estava em um trekking em Pokhara.

      A Índia tem preços para todos os gostos. Hospedagem vc consegue um hotel com quarto privativo mais ou menos, sem luxo, mas com áqua quente e talvez wi-fi por US$10. Existem mais baratos, mas a qualidade cai muito.

      Alimentação pode ser um problema, mas você faz uma boa refeição por US$2 a 4.

      O resto dos gastos depende do seu itinerário. Muitas cidades, mais gastos com passagens. E vai depender se vc vai de ônibus local, ônibus turístico ou trem. Os preços variam muito.

      Entrada em templos, museus, etc, podem variar de US$0,50 a US$20 (Taj Mahal), mas em geral, ficam abaixo de US$5.00.

      Eu, como viajei para muitas cidades de trem de classe superior e peguei uma passagem aérea no meio do caminho (Kochi - New Delhi), gastei na Índia em torno de US$50.00 por dia. Mas é algo bem variável.

      Se tiver alguma dúvida a mais, estamos por aqui!

      Abraço!

      Excluir

Postar um comentário

ofertas amazon

Leia também:

O adeus ao cartão Infinite, às "milhas aéreas" e a opção ao Nubank

Liberdade e poder: os direitos naturais de John Locke revisitados (1)

Porque abri uma conta no banco Inter e deixei de usar o Bradesco