Textual description of firstImageUrl

Um estudo de "De Aeternitate Mundi", de Tomás de Aquino

Um estudo sobre o caráter teológico (por Grijs) e filosófico (por Aertsen) do opúsculo "De Aeternitate Mundi" (Da eternidade do mundo) de Tomás de Aquino.

Uma exposição do caráter teológico e filosófico do opúsculo "De Aeternitate Mundi" - Da eternidade do mundo, de Tomás de Aquino.


Há pouco tempo, era comum utilizarmos um ou outro dia das férias para organizar nossos armários, em um propósito de doarmos o que é doável ou eliminarmos o que não presta mais. Era comum separarmos livros de papel que hoje já não são mais aceitos para doação nem pelas bibliotecas. Os formatos digitais vieram para ficar. Isso porém transferiu o trabalho de organizar armários para organizar HDs. Ou discos virtuais. Nesse processo contemporâneo deparei-me com um texto que escrevi em uma disciplina de filosofia na Unicamp. Foi o meu début em textos filosóficos. Resolvi publicá-lo aqui no blog para ficar disponível na internet, uma vez que existem parcas referências ao assunto em português. Sempre pode existir algum entusiasta no Brasil ou em Portugal procurando por uma discussão sobre o caráter teológico e filosófico do opúsculo De Aeterninate Mundi, de Tomás de Aquino. Sério, eles existem!

Brincadeiras à parte, foi muito interessante e proveitoso a mim escrevê-lo. Aparentemente, pode parecer inútil tal estudo, mas não é. Da mesma forma que pode parecer que todos os Cálculos Diferenciais que aprendi na faculdade de engenharia foram inúteis como aplicação em vida, tais conhecimentos nos levam a exercitar a capacidade de raciocínio, a organização lógica, a construção de um método e a estruturação de uma argumentação bem feita, ferramentas que serão úteis em outros contextos. Fiquei apenas aborrecido em função do ambiente aqui do Blogger não permitir a inserção de notas de rodapé, presentes 45 vezes no texto, a maioria referências às citações. Para quem for, de fato, lê-lo com alguma profundidade, sugiro usar este link, que direciona para a página do documento original no Google Drive. O texto principal, sem as notas, encontra-se a seguir.