Postagens

Mostrando postagens de 2014

A civilização ocidental e o desaparecimento da cultura indígena

Imagem
A civilização ocidental, fortemente massacrada por alguns formadores de opinião e historicamente colocada em evidência na América do Sul apenas em função da exploração e escravidão, foi um acelerador inevitável no desaparecimento da cultura indígena.
Continuamente vemos pretensos intelectuais atacando a civilização ocidental, principalmente em seu modelo político-econômico. Reconheço que tenho alguma dificuldade em entender tais pontos de vista. Observando que toda generalização possui exceções, acredito que nossa civilização é ainda o melhor modelo vigente, apesar de estar longe da perfeição. Saltam aos olhos as (relativas) liberdades que possuímos quando comparamos nossa cultura com governos ditatoriais explícitos (China) ou velados (Rússia). Quando ficamos lado a lado com a nossa tolerância social e com o sistema fechado de castas indiano. Quando comparamos a (atual) flexibilidade da religião cristã com governos religiosos fundamentalistas como o Irã. E principalmente, quando os p…

Popper e Kant: liberdade, responsabilidade e o sentido da vida

Imagem
A filosofia de Karl Popper e a doutrina da autonomia de Immanuel Kant relacionadas à liberdade e à responsabilidade, suas associações com a ética e a moral e as aplicações ao sentido da vida.
A filosofia de Karl Popper foi denominada, por ele mesmo, de Racionalismo Crítico. Usou-a marcadamente para pensar sobre as teorias científicas que atravessaram os séculos e com o amparo da filosofia de Kant, aplicou seus fundamentos no estudo da filosofia moral. Algumas visões sobre seu pensamento podem ser vistas em seu livro "Em busca de um mundo melhor"*, que reproduz diferentes conferências realizadas pelo filósofo entre as décadas de 50 e 80 do século passado.

Ele desperta tal conexão filosófica através da analogia entre o sistema heliocêntrico proposto por Copérnico com a Ética Kantiana. No sistema copernicano, atribui-se ao Homem, e ao seu método científico, o papel de legislador da natureza, que assume assim, uma posição central na cosmologia. A Ética Kantiana recupera esse pa…

A Petrobrás e um modelo justo de privatização

Imagem
Você sabia que existe a possibilidade de realização de justiça e inclusão social através de uma privatização? Vamos ver como que isso funcionaria para a Petrobrás e quais são as razões que impedem o Estado de efetivá-la.
"O petróleo é nosso"! Essa expressão constitui-se no dito fundamental da maioria daqueles que posicionam-se contra a privatização da Petrobrás. Tal manifestação não vem de hoje, mas está encarnada há décadas no seio da população brasileira.

Resta entender - e concordo que é muito difícil explicar, onde está o nosso petróleo de cada dia. Além da população não possuir parte dos lucros do (outrora) ouro negro, convivemos com um dos maiores preços de gasolina e diesel do mundo (mesmo com o preço do petróleo em níveis baixos e com a atual política da empresa sob Pedro Parente).

Apesar da empresa estar obtendo algumas vitórias em sua restruturação, como a venda de ativos e o retorno de desvios praticados por funcionários da empresa, o fato de que a administração e…

Cartas a um eleitor petista (III): a mentira e o estelionato eleitoral

Imagem
Qual o limite para aceitar um estelionato eleitoral? Qual a fronteira que delimita o apoio da mentira, da hipocrisia e do vale-tudo na formação de sua ética, valores e ações morais?
Caro eleitor petista, seguimos em nosso diálogo nessa terceira carta. Já passamos 30 dias do momento em que seu voto foi contabilizado a favor de mais um período de permanência do PT no governo e já podemos analisar a coerência e a moral do partido em algumas decisões implantadas, imediatamente após a contagem dos votos. Decisões que mostram desonestidade, cinismo e hipocrisia.
Considerando que seu voto foi consciente, eleitor, você deve ter votado a favor de um modelo. Ou contra um modelo adversário. Como você sente-se então, com o governo tomando várias decisões que, na campanha, foram atribuídas à futuras ações de seus adversários, levando ao pé da letra o discurso de Lênin de acusar os adversários daquilo que você pratica. Você compactua com esse tipo de fraude? Ficará em silêncio condescendendo com es…

Subversão ideológica - o caminho para um estado totalitário

Imagem
Como a teoria de subversão ideológica de Yuri Besmenov ajuda a elucidar os métodos utilizados pelos partidários da Revolução Cultural, o despertar de um estado totalitário e a consequente asfixia das liberdades individuais.
Yuri Besmenov é um ex-agente da KGB, serviço secreto da antiga União Soviética, mas cuja existência sob uma outra roupagem ainda é defendida por muitos estudiosos. Analisando-se as recentes movimentações da Rússia e um desvelamento mais evidente e crescente do movimento eurasiano, não é algo difícil de acreditar. Afinal, quanto mais poderoso e onipresente é um órgão, mais ele terá a força de negar sua própria existência. Mas não é sobre eurasianismo que escrevo hoje, e sim sobre as táticas que um estado totalitário usa para erradicar a liberdade de seus cidadãos. A importância do tema advém do fato de que a compreensão desse processo e a vigilância constante são altamente necessários para resguardar nossos direitos naturais. Algo que ninguém devia desejar perder.
B…

Cartas a um eleitor petista (II): sobre corrupção e poder

Imagem
Como é grande a hipocrisia (ou como é falho o modelo mental) em votar no PT e defender o combate à corrupção, usada como um claro meio para dar auxílio ao projeto de poder do partido.
Caro eleitor petista, estou um pouco sem tempo para escrever esses dias e queria, genuinamente, escrever sobre algum tema alheio à política, mas o escândalo da Petrobrás está tão estampado nas notícias, que achei que valeria a pena tecer alguns comentários do tema para você. Vamos assim, conversar sobre corrupção? Afinal, se você já tinha votado no PT antes, você colaborou para essa situação, não?

Talvez você se lembre que no artigo anterior eu mostrei a incoerência em votar no PT e concomitantemente pregar o repúdio à liberdade e a aversão à ditadura. Hoje vou mostrar como vocês, votantes do partido da estrela vermelhinha, são incoerentes ou hipócritas em defender o combate à corrupção e sonhar com um mundo mais justo, fraterno e igualitário. A defesa que você faz contra a corrupção só pode ser fruto de…

Cartas a um eleitor petista (I): sobre ditadura e liberdade

Imagem
Como entender as ideias de um eleitor que diz que aprecia a liberdade, repudia a ditadura mas vota no PT, que não pratica tais pensamentos e valores?
Caro eleitor petista,
Tenho buscado compreender, conversando e observando comentários de pessoas que, como você, votaram no PT nessa última eleição, qual a ideia que vocês possuem sobre ditadura e liberdade. Muitos de vocês parecem repudiar totalmente qualquer forma de ditadura, como pode ser visto em comentários sobre a marcha, totalmente pacífica, que ocorreu em São Paulo no final de semana passado. O repúdio, a fissura e o medo de uma ditadura militar parecem ser tão intensos, que vocês determinaram o valor de uma manifestação contra a corrupção apenas a partir de protestos isolados de algumas pessoas, cujo pensamento não era o mesmo dos organizadores. Mas é certo que para a maioria de vocês, isso ocorre apenas para desmoralizar um movimento ampliando uma demanda minoritária para o todo. Isso não é honesto, pois seria facílimo de faze…

Novo recorde de visitas no mês de outubro!

Imagem
Pessoal, em Outubro esse blog alcançou quase 8.000 visualizações de página, apesar de eu continuar a manter a frequência de apenas uma postagem por semana. Tal fluxo em parte é devido aos leitores fiéis, que são uma fonte de motivação para que eu continue a escrever, devido a novos leitores que estão chegando a partir de novas assinaturas e parte pela procura orgânica no Google, cujo fluxo aumentou consideravelmente.
A todos, meu agradecimento pela leitura. Como escrevi sobre o blog, meu objetivo principal aqui é guardar ideias e comentários aos quais atribuo significância e qualidade. E a leitura pelas pessoas, principalmente àquelas que deixam comentários nos textos, é uma motivação adicional para tal.
Permanecerei nessa viagem lenta, procurando mostrar que o responsável pelo nosso futuro está na imagem refletida dia a dia no espelho e envolve tanto a procura de meios adequados para alcançar objetivos como também a não aceitação de coerções externas que oferecem resistência para tai…

O perigo além do retrocesso econômico e ético do Brasil: o PT no poder

Imagem
Os caminhos que se desvelam para o Brasil após a recondução do PT ao governo e a consolidação de seu poder: o perigo além do retrocesso econômico e ético do país.
Pelas regras "democráticas" vigentes no Brasil, a maioria que votou hoje para presidente condescendeu com a atual conjuntura do país. Alguns com o discurso de que os avanços no Brasil foram satisfatórios. Outros, votaram "contra" a oposição por medo de algum retrocesso, capitaneados pela ideia de que o governo anterior do PSDB foi um desastre. Vou fazer um comentário rápido sobre avaliação que faço do Brasil a partir de duas abordagens principais: a econômica, com todo o arcabouço social que o PT utiliza para manter-se no poder, e esse próprio poder, cujo projeto petista poucas pessoas conhecem ou endossam essa clara realidade e suas decorrências letais para a liberdade e para a ética.
Antes de tais comentários, declaro meu repúdio a qualquer pureza ideológica, qualquer pureza de pensamento que impediu a …

O culto a um ex-presidente como um retrato da idiocracia no Brasil

Imagem
Como o culto ao mito do ex-presidente Lula e a construção de uma biografia falaciosa atenta contra a ética, a moral e os valores de uma sociedade vítima de uma idiocracia institucionalizada.
Há algum tempo escrevi um texto que considero um dos melhores desse blog (Idiocracia: uma sociedade medíocre), onde citei que o idiota é a pedra angular para a manutenção de um sistema de poder, e uma das formas que alimentam tal comportamento é o culto à personalidades, muito comum nos regimes ditatoriais. No Brasil, o maior exemplo que possuímos hoje é a reverência ao ex-presidente Lula, uma pessoa cuja ética e atitudes morais ficam ainda mais evidentes quando associadas a um ex-presidente da república e miseravelmente, uma das vozes mais influentes da nação. A maioria dos mitos, entretanto, sempre caem por terra e estamos, felizmente, passando por esse processo. Acredito nisso, independente dos resultados dessas eleições.

Lula representa o que de pior esse país produziu na política, mas o traba…

Brasil: união ou cisão? Preconceitos e discursos de ódio nas eleições

Imagem
Os discursos de ódio e os preconceitos disseminados nessas eleições cindem o país e perdurarão por longo tempo na sociedade. Analisem sua verdadeira fonte e vejam como algumas potenciais vítimas estão rejeitando tais manifestações. 
O Brasil está cindido. Não pela divisão em si dos votos nessa eleição que promete ser disputadíssima, mas sim como uma consequência da guerra política. E justamente por isso, e independentemente dos resultados em 26 de outubro, essa cisão existirá por algum tempo, pois passaremos do sentimento de ansiedade e expectativa para uma divisão entre o grupo vitorioso e o grupo derrotado. Até onde essa divisão continuará alimentando essa guerra suja entre os pensamentos políticos? As ameaças estão claras, como comentou um dos maiores pelegos do Brasil, João Pedro Stédile nessa reportagem caso Aécio vença nas urnas. Não é de se estranhar que a constante campanha de ódio venha do partido que está no poder. Afinal, não foi o Lula que disse que a vitória na eleição pa…

A exploração sentimental da mentira pela esquerda: emoção x razão

Imagem
Como a esquerda explora emocionalmente as pessoas mais carentes através do discurso do medo, transformando propostas e debates racionais em mera apologia à perpetuação da pobreza e da fome. 
Esta é uma época difícil de escrever algo e não fugir ao tema eleição. O segundo turno está e continuará tenso. Informações, ações e discursos dos candidatos pululam em todas as manchetes, as análises dos blogs que acompanho enfatizam as estratégias e o facebook mostra algumas hipocrisias que permeiam o debate. Infelizmente, são as hipocrisias que predominam, tendo como pano de fundo a disseminação e o intenso uso da emoção para vencer algo que deveria estar estabelecido em bases racionais. E infelizmente, tal tipo de discurso, associado sentimentalmente ao medo de alguma perda e à posterior responsabilização dessa perda ao seu oponente político, gera resultados muitas vezes positivos. Tática pura da esquerda.
Um dos maiores embustes na campanha do PT é a exploração intelectual do segmento econom…

Eleições: uma análise ética e moral. Ou: a diferença entre PT e PSDB.

Imagem
Eleições e uma análise para o voto sob uma perspectiva ética e moral - e não somente econômico-social. Esta é a maior diferença entre o PT e o PSDB. Confira na parte final do artigo.
Esse não é um blog de política, embora em muitas postagens eu deixo transparecer claramente o que penso a respeito de diversos assuntos relacionados às decisões, práticas e estratégias praticadas por nossos representantes em Brasília. Mas em função de estarmos a três dias da eleição, optei por efetuar um pequeno comentário, racional e fundamentado, sobre nossas opções para a votação à presidente da república.
Analisando as últimas pesquisas de intenção de voto, fico perplexo como a população insiste em votar no PT. Tenho comentado em outros artigosque existem apenas duas opções para essas pessoas. Ou elas não sabem o que está acontecendo ou estão levando vantagem em alguma coisa e não querem perder seus privilégios. Não existe outra opção. Pelas redes sociais, vejo algumas postagens defendendo a candidata…

A Nascente, de Ayn Rand - o padrão moral entre o indivíduo e o coletivo

Imagem
Um discurso em "A Nascente" que revela as intenções ocultas e a disputa pelo poder no debate do coletivismo contra o individualismo, na apologia da pregação da igualdade contra a liberdade e na negação da verdade. Meios para a constituição de um único e enorme pescoço pronto para ser dominado por uma coleira.
Terminei de ler "A Nascente", o livro publicado na década de 40 do século passado que projetou a romancista-filósofa Ayn Rand. Apesar de ainda considerar como sua maior obra o best-seller lançado posteriormente - "A Revolta de Atlas", "A Nascente" é um livro fascinante, demolidor dos mitos do ideal do coletivismo, expondo dois extremos morais durante toda a narrativa.

Um deles é protagonizado por Howard Roark, a representação do verdadeiro espírito humano. Ele acreditava que o homem é uma unidade independente quanto aos seus pensamentos e ações, e não deve ter sua individualidade subjugada para atender demandas de um coletivo denominado de …

Meritocracia e os 5 principais mitos utilizados para sua objeção

Imagem
Os principais mitos que procuram desconstruir a ideia real de meritocracia, os interesses envolvidos na sua defesa e seus principais beneficiários.
Recebi hoje de um grande amigo uma notícia publicada na Folha ontem: "Após escala ficar pública, 12 médicos pedem demissão em Araraquara".  A ideia do prefeito da cidade em expor a lista de presença dos médicos nos centros de saúde é inibir as faltas constantes desses profissionais que prejudicam o atendimento da população. Chega a ser revoltante que funcionários pagos com o dinheiro público em um atendimento essencial para as pessoas assumam um comportamento reativo perante tal ato, preferindo a demissão à prestação de contas de algo tão básico, como o cumprimento de seu contrato de trabalho. A reportagem cita a privilegiada situação que esses profissionais desfrutavam.
Se você concorda que a lista de presença de médicos pertencentes a centros de saúde públicos deveria estar disponível publicamente, você defende a meritocracia. …

Os dividendos de ações como poupança para a aposentadoria

Imagem
A estratégia em usar os dividendos de boas ações para conquistar uma significativa poupança na aposentadoria.
Sempre após alguma postagem nesse blog, novas pessoas inscrevem-se para receber suas atualizações. Os leitores mais recentes, particularmente dessa última semana, podem estranhar receber uma postagem sobre investimentos considerando que uma possível motivação para assinar o blog foi gerada pela última postagem, sobre filosofia e sociedade. Nesse blog tais assuntos coexistem, somados a algumas postagens sobre viagens. Estou um pouco em dívida nessa última temática, mas eventualmente ela aparecerá. Aos novos leitores, se desejar entender um pouco como busquei essa relação entre viagens, liberdade e investimentos, dê uma passadinha na página em que explico suas possíveis analogias.

Bom, introdução feita, vamos ao assunto ao texto de hoje: dividendos como poupança para a aposentadoria.

Como comentei em outras postagens, o investimento financeiro no mercado de ações gera um excessi…

Rousseau e o perigo das mentes revolucionárias que desejam o bem comum

Imagem
Como a filosofia de Rousseau influenciou as mentes revolucionárias na necessidade da supremacia do coletivismo, na certeza da existência do bem comum e na aspiração para sua implantação pela ditadura da minoria.
Hoje acordei com ruídos atípicos. Sons amplificados de discursos de grevistas misturados com uma incessante algazarra de buzinas de carros que não podiam se movimentar nas vias públicas. Eram os funcionários da Unicamp em mais uma de suas manifestações nessa greve que já dura 100 dias e cujas possíveis consequências alertei nesse artigo. Eles fecharam as portarias da universidade e provocaram um enorme congestionamento que alcançou até a Rodovia Dom Pedro I. Vale dizer: a reportagem da Folha cita que foram 150 funcionários apenas.

Mais uma prova que a ditadura da minoria tem imperado nesse país. Cento e cinquenta alucinados acham-se no direito de impedir o livre trânsito das pessoas, atacando uma das principais liberdades individuais: o direito de ir e vir. Esses pensamentos, …

Inteligência financeira: os 5 elementos que compõem sua base

Imagem
A minha história pessoal em quase 15 anos buscando a inteligência e independência financeira. E como ela me credenciou a apontar os cinco principais elementos que compõem essa base de sabedoria.
Já faz quase 17 anos que comecei a interessar-me pelo mercado financeiro.

Naquele já longínquo ano de 2000, quando eu morava no Rio de Janeiro e fazia MBA na FGV em Botafogo, perguntei a um professor de economia quais seriam os melhores investimentos para as primeiras sobras financeiras mensais que começavam a despontar na minha conta corrente. Se você possui alguma identificação com tal pergunta, você está lendo o texto certo!

Sabe como o professor respondeu? Com uma outra pergunta: “- Quando você pretende ser livre?”
Não assimilei bem o que ele quis dizer na ocasião, afinal, eu era livre oras! Ninguém me coagia a nada e eu fazia o que bem entendesse. Mas posteriormente, comecei a perceber que podemos ter noções diferentes da liberdade.

E ter um emprego onde eu não tinha possibilidade de gere…

Greves na universidades públicas: o foco errado e suas consequências

Imagem
As ações de professores e funcionários exigindo mais dinheiro e benefícios, e não eficiência de gestão, levará a consequências inevitáveis: a privatização do sistema ou à uma brutal queda da qualidade de ensino. É um claro exemplo do interesse privado acima do interesse público.
Estive hoje à tarde em uma aula na licenciatura da Unicamp para "reposição" das aulas do 1º semestre em função da greve na universidade, tema que preencheu, de fato, o maior período do encontro. A greve foi suspensa recentemente por tempo determinado pelos professores mas ainda está em vigor pelos funcionários. Saí decepcionado. A professora, provavelmente a melhor que tive no contexto das disciplinas da Faculdade de Educação, possui as mesmas ideias que estão levando esse país à bancarrota. Mas como diria Jack, vamos por partes...
Toda a primeira parte de seu discurso de justificação da greve foi sobre a (falta de) reposição salarial prevista para esse ano. A universidade alega gastar 96,5% de sua a…

Liberdade e poder: os direitos naturais de John Locke revisitados (2)

Imagem
Uma reflexão sobre direitos naturais, propriedade privada, liberdade positiva, liberdade negativa e poder, à luz das ideias de John Locke, Thomas Jefferson e Isaiah Berlin.

No artigo precedente, eu comentei sobre uma possível sintetização das ilustrações dos direitos naturais estabelecidos por John Locke em um conceito ampliado de propriedade privada. Desviei a acepção da “liberdade” internalizada no conceito de “direito” e a redefini como uma condição necessária para o seu pleno exercício.

Terminei o texto com duas considerações derivadas desse pensamento: (1) as ações exercidas e baseadas em direitos de propriedade não serão legítimas se lesarem direitos de propriedade alheios e (2) possuir liberdade para esse exercício não significa possuir capacidade, ou seja, liberdade não é poder. Esse texto dá continuidade acerca desses dois pensamentos.

Direitos são iguais a todos. Caso contrário, não são direitos, e sim privilégios
É um ponto de vista corrente a ideia de que nossos direitos te…

Liberdade e poder: os direitos naturais de John Locke revisitados (1)

Imagem
Uma reflexão sobre direitos naturais, propriedade privada, liberdade e poder, à luz das ideias de John Locke, Thomas Jefferson e Isaiah Berlin.

Nesse artigo pretendo fazer algumas considerações pessoais ao conceito dos direitos naturais e poder, baseado nas concepções de John Locke, filósofo empirista inglês precursor das ideias iluministas francesas e Thomas Jefferson, o mentor da redação da Declaração de Independência dos EUA.

O objetivo é expor uma condensação, sem partir para o reducionismo, dos direitos naturais propostos por ambos e exercitar um conceito diferente para a liberdade que comumente conhecemos: a liberdade não é um direito natural em si, mas sim a viabilidade de exercer esse direito. Em um segundo momento, comentarei que esse conceito de liberdade não pressupõe a existência do conceito de capacidade, ou seja, liberdade não é poder, envolvendo os conceitos de liberdade positiva e liberdade negativa.

A propriedade privada
John Locke, em seu Segundo Tratado do Governo Ci…

2015: a necessidade de um grande ajuste econômico e moral no Brasil

Imagem
Uma vez que as eleições impedirão atitudes concretas até o final do ano, resta esperar 2015 para que tenhamos a possibilidade de vislumbrar alguma melhoria nesse país. Ou não.
As pessoas que me acompanham pelo Facebook desde 2010 devem se lembrar que desde aquele tempo (em que era mais ativo na rede) eu criticava muito o governo petista, tanto em seu viés autoritário quanto no aspecto moral e econômico. Naquela época, estávamos começando a viver a herança do período Lula, onde o ex-presidente estava obtendo recordes de aprovação. Tão clara como a luz, essa herança era maldita no meu entendimento. Mas a maioria das pessoas não entendiam como eu podia ser contra sua administração, opor-me à sua política econômica e provocar pensamentos em relação aos legados temerosos para as próximas gerações, como a apologia da ignorância que sempre esteve ligada em seus discursos. Agora, quatro anos depois, o que está acontecendo com a economia e com as instituições do país?
Hoje saiu na mídia a gera…

Idiocracia - a apoteose de uma sociedade medíocre

Imagem
As raízes da Idiocracia estão sendo edificadas pelo desejo da sensação de refúgio, derivada da segurança e conforto de ser coerente com a tendência atual do pensamento das massas.
Há alguns anos atrás assisti um filme que não apareceu nos canais mainstreans e poucas pessoas o conhecem: Idiocracia. O filme* foi feito aparentemente com restrições de verbas e possui uma produção muito fraca, elenco apenas mediano, efeitos visuais sofríveis e um roteiro que começa interessante, mas que posteriormente extremiza a caracterização de personagens em algumas situações.

Mas sua atratividade é um enredo muito interessante: em nossa época, um dos funcionários "menos inteligentes" do exército submete-se a uma experiência de congelamento que deveria durar um ano, mas algo dá errado e ele acorda 500 anos depois. Longe de apresentar uma visão otimista do futuro, o filme retrata uma realidade sombria mas totalmente oposta às distopias de Aldous Huxley o George Orwell, onde uma minoria sagaz d…

Quakers: os pioneiros nas ideias de liberdade na América

Imagem
Os quakers na Inglaterra
As reformas religiosas na Europa no século XVI viabilizaram o surgimento de vários grupos cristãos que desafiavam tanto os dogmas do catolicismo quanto as ideias do anglicanismo na Inglaterra. A constituição de um desses grupos, os quakers (ou “sociedade de amigos”) possuiu raízes através das ideias de George Fox em 1647 e o seu propósito estabelecia a consciência individual, e não as escrituras sagradas, como a última autoridade em questões morais, potencializando o exercício da liberdade individual do indivíduo. Esse grupo tinha como característica o tratamento entre seus membros de maneira informal, sem títulos, sendo cada pessoa o sacerdote de si mesmo, não existindo assim, a necessidade de clero ou igrejas. Para eles, Deus era um ser benevolente e permitia a salvação a todos que a procurassem. Os quakers entraram do mesmo modo, em confronto com outros grupos cristãos reformistas, como os puritanos calvinistas, que pregavam a predestinação como meio para …

Seu perfil financeiro pode influenciar suas decisões de investimentos?

Imagem
Como o rótulo atribuído ao seu perfil financeiro induz suas próprias decisões de investimentos? No artigo “O gerente do banco como consultor financeiro”, escrevi sobre a importância do processo de aquisição de conhecimento para termos independência na escolha da alocação de nossos investimentos, incorporando em nossa própria vida, o papel de protagonista. Ressaltei ainda que o tempo que precisamos dispensar para alcançar esse conhecimento é menor do que prevê o senso comum. E a forma como você usará essa sabedoria está diretamente ligada ao seu perfil financeiro.
Por outro lado, é possível que uma pessoa que entenda sobre esse mercado e conheça bem seus benefícios e riscos, prefere não incluir esses ativos em sua carteira de investimento simplesmente por uma decisão pessoal. A diferença das duas é que a segunda decidiu com base em informações e a primeira o fez pelo desconhecimento. Com base nessa comparação, é notória a diferença de oportunidades que cada uma possuiu em seu julgament…

O terrorismo compondo o medo no discurso da esquerda

Imagem
A estratégia dos artigos de sites chapa-branca, que evidenciam a ignorância, a má fé, a hipocrisia e o maniqueísmo do discurso da esquerda levados ao extremo na disputa política.
Há cerca de 15 dias me propus a receber pelo feedly as notícias de um portal na web que compõe o chamado grupo “chapa-branca”, termo cujo significado pode ser debatido mas vou usá-lo nesse momento como um rótulo para a imprensa cuja única função é defender o lado de lá: a revolução gramsciana, o peculiar coletivismo, o governo atual e seus bracinhos sociais, como o MST, MSTS, MPL, a CUT e demais vermelhinhos. Tentei fugir dos mais óbvios, que contém páginas iniciais cheias de propagandas do governo e suas estatais. Seria demais. Acabei escolhendo um que possui uma grande audiência e tenta aparentar um nível mínimo de independência ao menos no título das matérias, o Pragmatismo Político(que na verdade, é especializado em incitar ódio e divisões entre pessoas). Iniciando a leitura de algumas delas, entretanto, …